quarta-feira, 29 de julho de 2020

UFOLOGIA COM GEVAERD - 30/07/2020 - 20:00


quinta-feira, 2 de julho de 2020

Luz registrada em vídeo no Litoral Norte é um óvni, afirmam ufólogos.


Matéria completa no CLICRBS.


quinta-feira, 18 de junho de 2020

Vem ai a IX Semana Ufológica....

Realização: GAIDU

segunda-feira, 8 de junho de 2020

A Vastidão da Noite


A trama acompanha uma noite numa cidade do Novo México, no fim dos anos 1950 - época em que a ficção científica e as histórias com alienígenas se popularizam na TV e no cinema americano em meio aos primeiros anos da corrida espacial. Dois jovens, a telefonista Fay e o radialista Everett, percebem uma interferência de rádio misteriosa que parece ruídos de OVNI, e eles partem para investigar, enquanto todo o resto da cidade prestigia no ginásio local uma partida colegial de basquete.

Um bom filme B de ETs.....

Fonte: Omelete

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Sputnik

Novo terror russo com elementos de ficção científica, Sputnik ganhou um novo trailer. Na trama, um astronauta soviético retorna ensanguentando de uma missão espacial e, após passar por uma bateria de exames, autoridades descobrem que ele retornou com um alienígena(*) hospedado em seu corpo.


(*) A criatura do filme lembra os seres do Caso Kelly (Hopkinsville - 1955).

Fonte: Omelete.

sexta-feira, 8 de maio de 2020

Imagens da Nasa revelam detalhes nunca antes vistos nos rios de Marte.

Uma equipe da Universidade de Utreque, nos Países Baixos, e do Museu de História Natural, no Reino Unido, revelou detalhes jamais vistos dos rios de Marte. O estudo foi resultado da análise de imagens tiradas pelo Experimento Científico de Imagem de Alta Resolução da Nasa (HiRISE, na sigla em inglês), que está a bordo da sonda Mars Reconnaissance Orbiter, lançada em 2005.

Os pesquisadores examinaram fotos do interior da Bacia de Impacto Hellas, situada no hemisfério sul do Planeta Vermelho. Os registros revelaram uma pilha de rochas com 200 metros de espessura das paredes de um penhasco situado dentro da cratera.

Estudando esses sedimentos a equipe descobriu que o penhasco foi formado por água corrente, provavelmente rios, que percorriam a região há 3,7 bilhões de anos. "Nunca vimos um afloramento [exposição rochosa] com tantos detalhes", afirmou Joel Davis, um dos estudiosos, em comunicado. "Esta [pesquisa] é mais uma peça do quebra-cabeça na busca pela antiga história de Marte, fornecendo novas informações sobre quanta água ocupava essas paisagens antigas."

Davis explica que os rios que formaram esse afloramento provavelmente permaneceram ativos centenas de milhares de anos. Segundo ele, essa descoberta embasa a importância de pesquisarmos rochas sedimentares daquele período se quisermos encontrar evidências de vida como a conhecemos em Marte.

De acordo com os cientistas, aqui na Terra, rochas sedimentares têm sido usadas por geólogos há gerações para estudar como eram as condições em nosso planeta milhões de anos atrás. "Agora temos a tecnologia para estender essa metodologia a outro planeta terroso", observou William McMahon, coautor do artigo. "Marte abriga um antigo registro de rochas sedimentares que se estende ainda mais no tempo do que o nosso."

Fonte:Galileu/Globo.com

terça-feira, 28 de abril de 2020

SpaceX consegue realizar teste do Starship sem explodir foguete.

A SpaceX realizou um novo teste com o foguete Starship e, desta vez, o resultado foi promissor. Diferente das últimas tentativas, o protótipo da nave não explodiu e conseguiu passar de maneira estável pela prova de pressurização.

Por meio de seu Twitter, Elon Musk, o CEO da SpaceX, mostrou imagens do teste feito pela companhia, que foi realizado nesse domingo (26) em Boca Chica, Texas. Os vídeo mostram o interior e o exterior do protótipo após o teste criogênico de pressão.


O teste realizado pela companhia coloca nitrogênio nos tanques de combustível da nave em alta pressão para garantir que os componentes do foguete são resistentes. O modelo que foi colocado à prova pela SpaceX se chama SN4 - Serial Number 4 - e se saiu consideravelmente bem em comparação aos seus antecessores.

A SpaceX vem realizando testes do tipo com os protótipos da Starship desde novembro de 2019, e os resultados obtidos anteriormente não foram positivos. A prova criogênica mais recente foi realizada no começo de abril e acabou com o foguete SN3 implodindo.

Com o novo protótipo estável, a tendência agora é que a SpaceX comece a passar para os próximos estágios de desenvolvimento da nave, que promete ser a principal aposta da empresa de Elon Musk na exploração espacial. De acordo com o executivo, a equipe vai acoplar um motor Raptor no foguete e realizar novos testes ainda esta semana.

Se a SpaceX concretizar seus planos com a Starship, a versão final da nave será utilizada na realização de viagens espaciais de longa distância. Uma das missões do foguete, inclusive, será levar seres humanos para Marte.

Fonte: Techmundo / SpaceX