sábado, 5 de janeiro de 2013

Há pelo menos 100 bilhões de planetas na nossa galáxia.

Um estudo de pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), nos Estados Unidos, indica a Via Láctea é o lar de pelo menos 100 bilhões de planetas. A equipe fez a estimativa ao analisar o sistema de uma estrela chamada de Kepler-32 e que, segundo os cientistas, é representativo, pois é como a maioria dos sistemas planetários ao longo de nossa galáxia.

"Existem pelo menos 100 bilhões de planetas na galáxia, apenas na nossa galáxia", diz John Johnson, professor de astronomia do Caltech e um dos autores da pesquisa. "Basicamente, existe um desses planetas por estrela", complementa Jonathan Swift, líder do estudo.

Outros estudos já estimaram o número de pelo menos um por estrela, mas segundo o Caltech, este é o primeiro a analisar um sistema de estrela anã-M, que representa a maior parte da população planetária conhecida. O sistema que foi pesquisado tem cinco planetas e foi comparado com outros também descobertos pelo telescópio Kepler, da Nasa.

Curiosamente, esses grupos são muito diferentes do Sistema Solar. O de Kepler 32, por exemplo, é muito mais frio - sua estrela tem apenas metade da massa e metade do raio do Sol. Seus planetas têm entre 0,8 e 2,7 o tamanho da Terra e orbitam muito próximo de sua estrela - todos eles caberiam em um décimo de uma unidade astronômica, ou um terço da distância de Mercúrio ao Sol.

Isso significa, segundo Johnson, que o Sistema Solar não é uma regra, mas sim a exceção na Via Láctea. "É um esquisitão", diz o astrônomo. Contudo, apesar dessa proximidade dos planetas de sua estrela, isso não significa que eles são quentes demais. No caso de Kepler 32, um deles está na chamada zona habitável, onde a água pode existir em estado líquido (essencial à vida como conhecemos), e em muitos sistemas parecidos a situação é a mesma, afirmam os cientistas.

Fonte: Portal Terra

Um comentário:

ygor sthefan disse...

É o iniverso é muito mais complexo do que imaginamos.

Postar um comentário